O ácido hialurônico se tornou referência quando se fala sobre rejuvenescimento facial. A molécula, conhecida pelos efeitos preenchedores e hidratantes, é indicada para melhorar o viço da pele e para suavizar marcas de expressão e rugas. Em duas versões – injetável ou em creme –, pode ser usada no contorno da face, nos lábios, nos sulcos e, em alguns casos, no colo e nas mãos. Segundo a dermatologista Denise Oto Kawakami (CREMESP: 60.672), existem diversas apresentações desses preenchedores, com diferentes concentrações de ácido hialurônico, o que torna o produto de maior ou de menor densidade. Cabe ao especialista eleger a opção mais adequada para cada finalidade, considerando a localização, o tipo e a profundidade da ruga.

O envelhecimento da face tem como fatores principais as mudanças que ocorrem profundamente na pele, dentre elas, a frouxidão dos ligamentos, a reabsorção do osso e o esvaziamento dos compartimentos de gordura. “Se escolhermos um produto à base de ácido hialurônico mais denso, por exemplo, e injetá-lo bem próximo ao osso, teremos um efeito de sustentação e não apenas de preenchimento”, ressalta a médica.

A aplicação da substância é feita através de agulha ou de cânula. Pequenas quantidades são depositadas em pontos específicos do rosto, ajudando a sustentar a pele e a levantar as estruturas acima dela. “Por ser mais concentrado, o produto sustenta as estruturas do músculo, o tecido subcutâneo e a pele, minimizando a flacidez e amenizando os sulcos. Se antes o ácido hialurônico era injetado diretamente nos sulcos, hoje a aplicação é feita, principalmente, nesses pontos de sustentação da face, o que garante um aspecto natural”, explica a dermatologista. O procedimento ainda pode ser aliado a outras técnicas para potencializar os resultados, como microagulhamento, fios de sustentação, toxina botulínica e ultrassom microfocado, só para citar alguns. 

Completando 30 anos de formada, Denise faz uma retrospectiva de como foi a evolução científica nessa área da Dermatologia. “Quando o tema é rejuvenescimento facial, o aprimoramento de novas técnicas – minimamente invasivas, eficazes e seguras – não para de crescer. As pessoas estão em busca de qualidade de vida através da prática de atividade física e de alimentação balanceada. Por consequência, querem manter uma aparência jovial e saudável, que reflita esse bem-estar”, finaliza Denise.

Leia Também

Harmonia do sorriso

Harmonia do sorriso

Seguro saúde

Seguro saúde